INSTALAÇÕES

O VILLAZOO está localizado em Contagem,MG . É um local muito arborizado, com várias árvores frutíferas.





                                       
                          BLU,   DANDO  UM PASSEIO  PELO  FLAMBOYANT

                                     
    VIVEIROS
As aves são dispostas de acordo com a espécie. 
A maioria é separada por casal, sendo cada um em seu viveiro ou gaiola. Os viveiros são suspensos, todos em grade inclusive no solo. Dessa forma os excretas e restos de comida não se acumulam dentro dos gaiolões e gaiolas,e a ave não tem contato direto com os dejetos. 
Esses gaiolões/gaiolas, ficam dentro de um viviero maior(12m de comprimento x 5m de largura, todo telado (laterais, frente, atrás e teto) para evitar fugas, e entrada de animais. O telhado é de telha de fibra vegetal.
Cada viveiro possui 2 portas para ter acesso ao seu interior. Para abrir uma é necessário fechar a outra.
O chão, paredes, colunas são forradas com cerâmica, facilitando a higienização, e evitando acúmulo de sujidades.










 

        Cortinas de plástico transparente, circundam todo o viveiro servindo de proteção nos dias de chuva, frio e vento.










                                  



                             CUIDADOS COM FILHOTES
Para as aves ficarem mansas, interativas e tranquilas com os humanos, tratamos manualmente a partir de 30 dias de vida. Até essa idade elas ficam nos ninhos sob os cuidados dos pais. Procedendo dessa forma o filhote recebe anticorpos dos pais, ficando mais fortes, além de deixarmos a natureza agir, o que é muito bonito de se ver.
Assim que  retirados dos ninhos, os filhotes são colocados em recipientes plásticos forrados com serragem, que absorve a umidade das excretas evitando que os filhotes fiquem sujos.  .


        UTA - Local com aquecimento e umidade onde são colocados os filhotes até que estejam aptos a manter a temperatura corporal . A temperatura é regulada por nós, de acordo com a idade das aves.
                    
                                         


AGAPORNIS ROSEICOLLIS RECEBENDO PAPINHA
video


ALIMENTAÇAO MANUAL

Consiste na mistura de uma ração em pó bem fino, com água, formando uma "papinha". A proporção do pó e água, varia de acordo com a idade da ave. Além disso a água deve ser morna, cuidando para que nao esteja quente, para não ocasionar queimaduras no inglúvio , e nem fria para evitar que a  papinha estagne no papo, fermente, o que gera fungos.
As seringas e copos de mistura, são  separados por ninhada, para evitar que haja contágio, caso ocorra qualquer doença em alguma ninhada. 

                                           

RESPONSÁVEIS TÉCNICOS  E VETERINÁRIOS 

Obs: as aves desse ítem não pertencem ao nosso criatório




                           
 Dr. Rogério e Dr. Marcus








                                                  Dr Plínio